Para UEL, definição de áreas prioritárias para bolsas científicas fere a autonomia universitária

Universidade divulga manifesto contrário aos critérios estabelecidos em chamadas do CNPq baseadas em prioridades estabelecidas pelo Ministério da Ciência e Tecnologia q

Cecília França

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) divulgou ontem manifesto contrário à definição de “Áreas Prioritárias” para a concessão de bolsas científicas no País. Estas áreas foram estabelecidas em portarias do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) no mês de março e já causaram reações de dezenas de entidades científicas (leia abaixo). As portarias embasaram as duas chamadas públicas divulgadas na última semana pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), que, para a UEL, ferem a autonomia universitária.

Continuar lendo “Para UEL, definição de áreas prioritárias para bolsas científicas fere a autonomia universitária”