Série: Ser professor na pandemia

Por Cecília França

Desde março de 2020 as escolas das redes públicas e privadas estão fechadas em Londrina como medida de contenção da pandemia da covid-19. O ensino remoto trouxe uma nova dinâmica à rotina dos professores, que precisaram se adaptar a novas tecnologias.

Nesta série, a Lume ouviu professores das redes estadual e municipal de ensino sobre suas angústias, ansiedades e frustrações. No primeiro vídeo, o professor de sociologia Rogério Nunes.

O segundo vídeo será publicado na próxima quarta. Acompanhe!

‘Essa época tem sido cruel’

A enfermeira Fátima Hirth Ruiz esteve à frente do Hospital de Retaguarda do HU durante longos meses de pandemia e já tem planos para quando o caos terminar: “vamos merecer um dia de SPA”

Cecília França

O enfrentamento da pandemia do novo coronavírus tem base na força de trabalho das mulheres. Elas representam mais de 65% dos profissionais da saúde do país, nos setores público e privado, e em áreas como a enfermagem esse índice passa dos 80%*. Em Londrina não é diferente. Os holofotes voltados para o Hospital Universitário (HU), referência para o atendimento da covid-19, iluminam rostos femininos como o de Fátima Hirth Ruiz, 52, que esteve na chefia de enfermagem do Hospital de Retaguarda durante longos meses.

Continuar lendo “‘Essa época tem sido cruel’”

Cinquenta pacientes covid esperam por UTI no Hospital Universitário

HU reforça apelo para que pessoas não procurem atendimento direto no Pronto Socorro

Da Redação

Foto em destaque: Marco Antonio Corbanez/Assessoria HU-UEL

Cinquenta pacientes aguardam um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) covid no Hospital Universitário nesta quarta-feira. A ocupação geral neste tipo de leito está em 107%, de acordo com a direção do hospital. Desde o dia 14 de fevereiro as taxas nos leitos exclusivos vêm se mantendo acima dos 100%.

Continuar lendo “Cinquenta pacientes covid esperam por UTI no Hospital Universitário”

Com presença de muçulmana, internos do Cense 2 debatem livro ‘Eu sou Malala’

Profissionais do sistema de socioeducação buscam levantar questões raciais e de gênero que levem à quebra de preconceitos por parte dos adolescentes

Cecília França

Foto em destaque: Divulgação

Ainda em 2020, a juíza Cláudia Catafesta, da vara de adolescentes em conflito com a lei de Londrina, levou para a biblioteca do Centro de Socioeducação 2 (Cense 2) dois exemplares do livro “Eu sou Malala”, que relata a história da jovem paquistanesa que enfrentou o Talibã pelo direito das meninas à educação. Nesta tarde os adolescentes debatem o livro com a presença de uma jovem advogada muçulmana a fim de compreender a realidade dessas mulheres e – por que não? – aprender com ela. O encontro vai reunir adolescentes de outros Censes do Estado.

Continuar lendo “Com presença de muçulmana, internos do Cense 2 debatem livro ‘Eu sou Malala’”

HU ‘fecha’ por 12 horas para pacientes não covid

Medida foi tomada após Pronto Socorro atingir 156% de ocupação

Cecília França

O Hospital Universitário de Londrina (HU) não está recebendo pacientes gerais desde o meio-dia desta terça-feira (23). A medida vale até a meia-noite e ocorre após a superlotação do Pronto Socorro da entidade, que com 156% de ocupação. Estão sendo recebidos apenas pacientes com suspeita ou confirmação de covid-19 em níveis moderado ou grave, conforme classificação pelo Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU).

Continuar lendo “HU ‘fecha’ por 12 horas para pacientes não covid”

Movimentos sociais arrecadam material escolar; saiba como contribuir

Campanhas visam suprir necessidade de crianças e adolescentes de bairros periféricos de Londrina e cidades da região

Cecília França

O Movimento Autônomo Popular (MAP) e o Conexões Londrina lançaram campanhas de arrecadação de materiais escolares para crianças e adolescentes de bairros periféricos. A campanha do MAP é focada na ocupação Vila Feliz, na Zona Sul da cidade, já a do Conexões tem uma meta ampla de atender 3 mil estudantes em Londrina, Ibiporã, Cambé e Rolândia.

Continuar lendo “Movimentos sociais arrecadam material escolar; saiba como contribuir”

HU explica ‘sumiço’ de leitos de enfermaria covid

Cinquenta leitos extras continuam existindo, mas são usados conforme a necessidade

Cecília França

Foto em destaque: Hospital de Retaguarda do HU-UEL/Divulgação

Postagens nas redes sociais feitas ao longo da semana questionaram o “sumiço” de 60 leitos de enfermaria exclusivos para covid-19 em Londrina. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, a oferta já foi de 130 leitos, 140, 156, e hoje está em 96. O Hospital Universitário (HU) explica, no entanto, que 50 leitos extras continuam existindo, mas não são exclusivos para pacientes covid.

Continuar lendo “HU explica ‘sumiço’ de leitos de enfermaria covid”

Agressor de Néia Mariano vai a júri por tentativa de feminicídio

Emerson Henrique de Souza asfixiou e abandonou a ex-companheira em uma estrada rural, em 2019; julgamento terá protesto às portas do Fórum

Cecília França

Na próxima quinta-feira (04), às 9h, vai a júri popular Emerson Henrique de Souza, acusado de tentativa de feminicídio contra Cidnéia Aparecida Mariano da Costa, sua ex-companheira. O crime aconteceu em abril de 2019, quando, após asfixiá-la, ele a abandonou em uma estrada rural. Néia, como é conhecida pelos familiares e amigos, ficou tetraplégica em decorrência da asfixia e necessita de cuidados 24 horas.

Continuar lendo “Agressor de Néia Mariano vai a júri por tentativa de feminicídio”

Para minhas irmãs nas ruas

Por Cecília França

Marisete atravessa a rua meio correndo. Eu sempre a vejo em semáforos, sorridente, mas só soube seu nome na última terça-feira quando participei da ação de fim de ano do Movimento Nacional da População de Rua em Londrina.

Marisete é um encanto. Fala como uma criança, manhosa. Das pernas grossas saltam varizes resultantes dos vários quilômetros que percorre por dia. Nos agradece o presente, um kit com shampoo, sabonete, desodorante, roupas íntimas novas. Sorri para a foto. Está com os cabelos molhados, nos pede uma toalha, mas não temos.

Continuar lendo “Para minhas irmãs nas ruas”

Cada grupo de 100 londrinenses repassa a Covid para outros 118

Presidente da Associação Médica diz que situação ficará “mais triste” se cidadãos não seguirem as orientações de prevenção

Nelson Bortolin

Londrina está na classificação de alto risco para Covid-19, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conass/Conasems). E o R0, indicador que mede a transmissibilidade da doença, subiu de 1,15 para 1,18 na cidade na última semana. Isso significa que cada grupo de 100 londrinenses repassa o novo coronavírus para 118.

Continuar lendo “Cada grupo de 100 londrinenses repassa a Covid para outros 118”