‘Mulher é desdobrável. Eu sou’

Ana Paula Minari instiga mulheres de todas as idades a redescobrirem seus corpos e elevarem sua autoestima em aulas de dança flamenca

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Dançar é uma maneira de exercer uma liberdade individual até então desconhecida. É se deixar levar pela melodia e mexer o corpo sem pensar muito. É simplesmente viver o momento como se fosse único. Aprender a dançar pode ser difícil quando pensamos mais em nossas limitações do que em nossas capacidades. Já ensinar a dançar requer um amor maior pela dança em si e pelo outro que nem todo mundo é capaz de compreender ou colocar em prática. A bailaora e professora de dança flamenca em Londrina Ana Paula Minari o faz com maestria.

“Tem duas frases que gosto muito e que mudaram meu jeito de pensar a vida. Uma é um trecho de uma canção da cantora espanhola Maria Toledo que diz ‘La vida és un regalo de Dios’ e outra é da escritora Adélia Prado, no poema Com Licença Poética, ‘Mulher é desdobrável. Eu sou’. Acho que essas frases me definem hoje em dia.”

Continuar lendo “‘Mulher é desdobrável. Eu sou’”