Candidatos a prefeito são convidados a assumir compromissos com a população de rua

Seminário promovido nesta segunda-feira (9) pelo Práxis Itinerante Pop Rua da UEL e parceiros pretende informar postulantes sobre direitos dessas pessoas

Cecília França

Foto em destaque: Bruno Mazonni

Acontece na manhã desta segunda-feira (9), de forma virtual, o II Seminário Temático Práxis Itinerante Pop Rua, com as presenças dos candidatos a prefeito de Londrina. O evento tem como objetivo fornecer informações sobre a população de rua por meio de uma mesa-redonda com as participações de representantes do Ministério Público do Paraná e da Defensoria Pública da União.

Continuar lendo “Candidatos a prefeito são convidados a assumir compromissos com a população de rua”

Projetos sociais sentem impacto da alta dos alimentos

Ativistas de Londrina relatam aumento na demanda por ajuda e maior dificuldade na obtenção de apoios; comida mais cara explica parte do problema

Cecília França

Foto em destaque: Isaac Fontana

A alta no preço dos alimentos durante a pandemia tem causado impacto em projetos sociais desenvolvidos na periferia de Londrina. Ao mesmo tempo em que a demanda por alimentos e outros itens básicos vem aumentando o número de apoiadores vem caindo. Uma consequência direta da crise. De acordo com pesquisa mensal coordenada pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Nupea), a cesta básica na cidade ficou R$ 65 mais cara de março até outubro.

O valor corresponde a um aumento de 15,8% no período. Em março, uma cesta para um adulto custava R$ 412,64; em outubro, R$ 478; para uma família de quatro pessoas o valor subiu de R$ 1.238 para R$ 1.434. Para efeitos de comparação, no mesmo período do ano passado o preço da cesta em Londrina caiu 13%. A pesquisa mensal é coordenada por economistas da Universidade Tecnológica Federal (UTFPR) e da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Continuar lendo “Projetos sociais sentem impacto da alta dos alimentos”

Família apresenta ao MP denúncia contra guardas por agressão a adolescente

Caso já foi denunciado a outros órgãos competentes; corregedoria do município investiga responsabilidades

Cecília França

Foto em destaque: reprodução RPC

A família do adolescente de 17 anos agredido por guardas municipais no último fim de semana em Londrina formalizou ontem denúncia no Ministério Público. O caso foi encaminhado, inicialmente, para a 17ª Promotoria que, após análise, o remeteu à 29ª por se tratar de crime contra adolescente*.

A peregrinação da família por órgãos competentes teve início ainda no domingo, quando registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia do Adolescente. No dia seguinte a denúncia foi levada à Corregedoria do Município e à Ouvidoria da Guarda Municipal. A vítima também passou por exame de lesão corporal no Instituto Médico Legal (IML).

Continuar lendo “Família apresenta ao MP denúncia contra guardas por agressão a adolescente”

Caso de mãe que perdeu a guarda do filho no Paraná mobiliza mulheres na rede

Paraguaia, Patrícia Garcia aponta preconceito étnico-religioso no processo; denúncia a acusa de negligência nos cuidados com o bebê

Cecília França

Há quase três meses, a paraguaia Patrícia Garcia, moradora de Foz do Iguaçu (Oeste do Paraná), divulga na internet sua luta para reaver a guarda do filho, retirado dela e entregue para o pai com pouco mais de 1 ano, ainda em fase de amamentação. Em seu perfil no Instagram ela tem mobilizado milhares de pessoas, especialmente mulheres, de várias partes do país em torno do caso. Um abaixo-assinado virtual que pede a reversão da guarda somava ontem 107 mil assinaturas.

Continuar lendo “Caso de mãe que perdeu a guarda do filho no Paraná mobiliza mulheres na rede”

Auxílio emergencial: antes, agora e depois

Benefício tirou 15 milhões de brasileiros da pobreza, mas redução em setembro e encerramento no fim do ano geram preocupação

Fábio Galão

Em setembro, o governo federal começou os pagamentos da segunda fase do auxílio emergencial, chamado residual, com parcelas no valor de R$ 300. Na primeira fase, quando o benefício era chamado de auxílio emergencial pleno, foram pagas parcelas de R$ 600. Principal medida do governo Jair Bolsonaro para mitigar os estragos econômicos da pandemia de covid-19 no Brasil, o auxílio foi o principal responsável pela melhora na avaliação do presidente e deve impedir que a recessão brasileira seja ainda maior em 2020.

Continuar lendo “Auxílio emergencial: antes, agora e depois”

O ser humano por trás da agressão

José Soriani, filmado sendo expulso com água da frente de um restaurante em Londrina, conta sua história à Lume

Cecília França

José Soriani nos recebeu de forma simpática na mesma calçada em que foi gravado sendo expulso com água da porta de um restaurante em Londrina. Ele não viu o vídeo que tanta reação social causou, contra e a favor da ação do comerciante. “Fiquei sabendo pelo pessoal”, diz, sem pedir para assistir. Parecia bem menos debilitado que na gravação. Os olhos avermelhados estavam vivos, a barba por fazer o incomodava. Faz uma referência rápida ao mau cheiro, teme que nos incomode, mas não reclama. “Eu tô bem, tô sossegado. Tranquilo e elegante”, fala com bom humor.

Continuar lendo “O ser humano por trás da agressão”

Opinião: É claro que as aulas devem voltar

E por que precisamos parar de fazer essa pergunta

Por Adriana Ito*

Vamos ser diretos: as aulas devem voltar, isso é óbvio. A questão é QUANDO elas devem voltar. Em que condições. Ah, mas é isso que estão querendo dizer quando se perguntam SE as aulas devem voltar. Pois é. Querem dizer, mas não dizem. E a sociedade acaba acreditando que as aulas só podem voltar quando o número de casos de covid diminuir bastante.

E cá estamos, em Londrina há quase sete meses aguardando o dia ideal para o retorno, mesmo cientes do prognóstico: o número de casos vai diminuir, as aulas vão voltar, e o número de casos vai aumentar. É o que já ocorreu em Manaus, e até em países como Estados Unidos e França. E isso significa que então as escolas não deveriam ter retomado as atividades presenciais? Não. Isso significa que ninguém se preparou o suficiente para esse retorno.

Continuar lendo “Opinião: É claro que as aulas devem voltar”

Entidade alerta ONU sobre falhas do Brasil no enfrentamento a desaparecimentos forçados

Instituto Vladimir Herzog enviou informes sobre esvaziamento da investigação de crimes da ditadura, celebração do regime militar e interpretação da Lei de Anistia que tem gerado impunidade

Fábio Galão, especial para a Lume

Durante a 45ª Sessão Ordinária do Conselho de Direitos Humanos (CDH) da Organização das Nações Unidas (ONU), realizada virtualmente entre 14 de setembro e a última terça-feira (6), o Instituto Vladimir Herzog (IVH), de São Paulo, enviou informes para contribuir com o Grupo de Trabalho sobre Desaparecimentos Forçados ou Involuntários e a Relatoria sobre Justiça, Verdade, Reparação e Garantias de Não Repetição do organismo multilateral.

Continuar lendo “Entidade alerta ONU sobre falhas do Brasil no enfrentamento a desaparecimentos forçados”

‘Tais cenas nos obrigam a nos deparar com aqueles demarcados como não humanos’, diz psicóloga

Vídeo de idoso em situação de rua expulso da calçada de um restaurante são metáforas de uma sociedade opressiva salientada pela pandemia, avalia Flávia Carvalhaes

Cecília França

“A Covid- 19 se instaurou sem pedir licença e nos fez deparar com realidades que sempre existiram e que agora se precipitaram”, explica a psicóloga Flávia Fernandes de Carvalhaes, 42, dedicada ao trabalho e estudo com populações vulneráveis em Londrina. Na última década, Carvalhaes atuou junto a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas e, por um período mais curto de tempo, com a população de rua.

Doutora em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), ela classifica cenas como a registrada na última semana, em que o proprietário de um restaurante joga água para expulsar um idoso de situação de rua da calçada, como “metáforas” da nossa formação social, pela qual alguns grupos e cidadãos são considerados sujeitos de direitos enquanto outros apresentam-se como inferiores.

Continuar lendo “‘Tais cenas nos obrigam a nos deparar com aqueles demarcados como não humanos’, diz psicóloga”

Mortes por covid-19 em setembro superam julho e agosto somados em Londrina

Mesmo com medidas mais restritivas que nos meses anteriores, cidade registrou 4,3 mil casos e 90 óbitos em 30 dias

Adriana Ito, especial para a Lume

No pior mês desde o início da pandemia de covid-19, Londrina lamentou a perda de três vidas por dia em decorrência da doença. De 1º a 30 de setembro, foram registrados 4.296 casos e 90 novas mortes no município.

Continuar lendo “Mortes por covid-19 em setembro superam julho e agosto somados em Londrina”