Candidaturas trans batem recorde em 2020

Número de concorrentes no pleito municipal cresce 209% em relação a 2016

Da Redação, com informações da Antra

As eleições municipais de 2020 têm, ao menos 281 candidaturas de pessoas trans em todo o país, de acordo com levantamento da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra). O número representa um crescimento de 209% em relação a 2016, último pleito municipal, quando foram identificadas 89 candidaturas, com oito eleitos. O levantamento segue em atualização.

Continuar lendo “Candidaturas trans batem recorde em 2020”

Ministro da Educação pode responder por declarações homotransfóbicas

Procuradoria-Geral da República sugeriu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que Milton Ribeiro preste depoimento à Polícia Federal; ação atende a pedido de entidades LGBTI+

Da Redação

Foto em destaque: postagem no facebook do grupo Mães pela Diversidade

Declarações dadas pelo ministro da educação Milton Ribeiro ao jornal O Estado de S.Paulo podem levá-lo a responder no Supremo Tribunal Federal (STF) por crime de homotransfobia. A Procuradoria Geral da República acatou pedido de entidades representativas da comunidade LGBTI+ e pediu à Suprema Corte que apure o caso, sugerindo, inicialmente, que o ministro seja ouvido pela Polícia Federal.

Em uma das falas que gerou a reação dos grupos pela diversidade o ministro classificou a homossexualidade como opção – quando o correto seria orientação -, disse que ela seria fruto de “famílias desajustadas” e usou o termo obsoleto “homossexualismo” (o sufixo “ismo” refere-se a doença e a homossexualidade deixou de ser considerada uma patologia pela Organização Mundial da Saúde em 1990).

Continuar lendo “Ministro da Educação pode responder por declarações homotransfóbicas”

A realidade das mulheres trans na América Latina em pandemia

Universitária paranaense, Alessandra Mawu publica artigo sobre movimentos sociais, lutas e vulnerabilidades desta população no contexto da Covid-19

Cecília França

A pandemia do novo Coronavírus evidenciou desigualdades e agravou a realidade dos mais vulneráveis. Pessoas transexuais e travestis, altamente invisibilizadas, enfrentam uma série de violações de direitos humanos básicos mundo afora. Do intuito de jogar luz sobre a vivência desta população na América Latina e no Caribe no contexto da pandemia nasceu o artigo da estudante universitária Alessandra Mawu, 19, de Foz do Iguaçu, publicado pela revista colombiana Ciencias y Humanidades.

O artigo de 30 páginas, ntitulado “La realidad de mujeres transexuales y sus movimientos sociales en Sudamérica en tiempos de COVID-19” (A realidade de mulheres transexuais e seus movimentos sociais na América do Sul em tempos de Covid-19), discorre sobre os movimentos existentes nos países latinoamericanos, como surgiram, quais dificuldades enfrentam, que atitudes tomaram com a chega da pandemia a fim de preservar suas populações, dentre outras peculiaridades, existentes ou não pré-pandemia. A pesquisa sobre os países caribenhos acabou não integrando o artigo em função do espaço restrito, mas vem sendo destacada por Alessandra em outras oportunidades, como um curso que ministrou para a União Nacional LGBT.

Continuar lendo “A realidade das mulheres trans na América Latina em pandemia”