Saiba mais sobre a Coronavac, que Londrina pretende comprar

Vacina com tecnologia chinesa desenvolvida pelo Instituto Butantan deve ter eficácia divulgada ainda nesta semana

Cecília França

O Instituto Butantan deve divulgar no próximo dia 7 a eficácia da Coronavac*, vacina desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Os resultados dos testes das fases 1 e 2 foram satisfatórios e muitos municípios já manifestaram interesse na compra do imunizante, além de São Paulo, que tem seu plano de vacinação alicerçado na Coronavac. Londrina também deve fechar contrato com o Butantan nesta semana, conforme anunciou o prefeito Marcelo Belinati na semana passada.

Continuar lendo “Saiba mais sobre a Coronavac, que Londrina pretende comprar”

Opinião: Para as mulheres, 2020 já vai tarde

Ano em que vítimas de estupro foram culpabilizadas, em que foi resgatada a tese de “legítima defesa da honra” e atentou-se até contra o direito ao aborto legal não vai deixar saudades

Por Cecília França, editora da Rede Lume de Jornalistas

Foto em destaque: Isaac Fontana

Difícil encontrar alguém que sentirá saudades de 2020. Eu, pessoalmente, não conheço um exemplo sequer. Este foi um ano ruim em diversos aspectos, muitos perpassados pela pandemia. Aumento da pobreza, do desemprego, quarentena infinita frente ao descontrole dos casos de covid-19, postura desconcertante de detentores do poder diante da crise – enfim, um rol de motivos para agradecer pela chegada do novo ano, de modo que foi difícil escolher o tema deste primeiro texto do ano. Porém, um aspecto gritante de 2020 não me sai da cabeça: as afrontas aos direitos das mulheres.

Continuar lendo “Opinião: Para as mulheres, 2020 já vai tarde”

Em vídeo, profissionais do HU fazem apelo: ‘Estamos cansados e doentes’

Em mensagem de fim de ano, enfermeiros e médicos do Hospital Universitário alertam: “Nossos leitos covid estão lotados”

Da Redação

Profissionais do Hospital Universitário de Londrina (HU) divulgaram hoje um vídeo com apelo para que a população se previna da covid-19 nas festas de fim de ano. Na mensagem enfermeiros e médicos dizem que os leitos estão lotados e os profissionais “cansados, sobrecarregados e doentes”. (assista abaixo)

“Nossos leitos covid estão lotados e nós pedimos a colaboração de todos para que nesse período de férias, se cuidem”, diz a chefe de enfermagem do Pronto-socorro do HU, Patrícia dos Santos Diesel.

Continuar lendo “Em vídeo, profissionais do HU fazem apelo: ‘Estamos cansados e doentes’”

Termina quarentena na PEL II após surto de covid-19

Cecília França

Terminou na última segunda-feira (28) a quarentena na Penitenciária Estadual de Londrina II (PEL II) após o surto de covid-19 descoberto no dia 12 de dezembro. No total, 49 detentos e 14 servidores foram contaminados. Quatro funcionários permanecem afastados. O surto na PEL II foi o segundo em unidades prisionais de Londrina. O primeiro ocorreu no Centro de Reintegração Social (Creslon), no mês de setembro, quando 125 pessoas testaram positivo para a doença. A unidade abriga detentos em regime semiaberto.

Continuar lendo “Termina quarentena na PEL II após surto de covid-19”

Incidência da Covid em Londrina avança acima da média nacional

Cidade registrou hoje mais 334 novos casos e quatro óbitos

Cecília França e Nelson Bortolin

Foto em destaque: Isaac Fontana

Londrina teve mais quatro mortes por covid-19 nesta terça-feira (29), totalizando 429 desde o início da pandemia. Os óbitos são de três homens – um com 71 e dois com 80 anos – e de uma mulher de 49 anos. Com 334 novos casos registrados, agora são 21.226 londrinenses que se infectaram com o novo coronavírus desde março.

Continuar lendo “Incidência da Covid em Londrina avança acima da média nacional”
Destaque

Para minhas irmãs nas ruas

Por Cecília França

Marisete atravessa a rua meio correndo. Eu sempre a vejo em semáforos, sorridente, mas só soube seu nome na última terça-feira quando participei da ação de fim de ano do Movimento Nacional da População de Rua em Londrina.

Marisete é um encanto. Fala como uma criança, manhosa. Das pernas grossas saltam varizes resultantes dos vários quilômetros que percorre por dia. Nos agradece o presente, um kit com shampoo, sabonete, desodorante, roupas íntimas novas. Sorri para a foto. Está com os cabelos molhados, nos pede uma toalha, mas não temos.

Continuar lendo “Para minhas irmãs nas ruas”

‘Cada escolha uma oportunidade’

A enfermeira Natália Gaiofatto viveu o medo da Covid-19 na pele e aposta na empatia para conscientizar pacientes e amigos sobre o lado bom da vida

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Todo mundo tem uma história para contar. Foi o que eu disse para a Natália quando a convidei para ser personagem desta singela coluna, que nasceu despretensiosa em meio ao isolamento da pandemia e que mudou minha vida para sempre. Eu conheço a Natália desde pequena. Ela é filha de um casal de amigos que cresceu com meu pai numa colônia italiana no interior de São Paulo. Como aconteceu com a minha família paterna, os avós da Natália imigraram na década de 1950 para o Brasil em busca de uma vida melhor. Sua avó era prima da minha avó então somos praticamente da mesma família.

Natália Tatiana Gaiofatto, 33 anos, nasceu em Assis, mas viveu a vida toda em Pedrinhas Paulista. Formada em enfermagem pela Unimar, de Marília, ela atua na unidade básica de saúde do município há dez anos. Casada e mãe do Atílio, de 5 anos, e da Tarsila, 3, ela confessa que a rotina de esposa, mãe e profissional é uma “loucura”. “Ser mãe de dois, mulher, dona de casa e trabalhar fora é missão para poucos”, brinca.

Continuar lendo “‘Cada escolha uma oportunidade’”