‘Resistência traz potência’

Mãe de três meninas, educadora e mobilizadora, Luana Oliveira é o Conexões Londrina, projeto que é ponte entre recursos e favela em Londrina

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Lua: satélite que reflete a luz do sol, iluminando a escuridão, dando norte a quem está perdido. Um apelido carinhoso que bem representa a alma da carioca radicada em Londrina há 18 anos, Luana Gomes Maciel Oliveira. Ela iniciou um trabalho de ações comunitárias no município que se tornou fundamental para muitas famílias carentes durante a pandemia do novo coronavírus: o Conexões Londrina.

Continuar lendo “‘Resistência traz potência’”

‘Estamos falando de direitos e não de ajuda’

Há duas décadas, a assistente social Regina Moreno aproxima políticas públicas de famílias carentes e transforma vidas na capital paulista

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

“Quanto mais direitos, melhor. E políticas públicas também. O caminho está ai.” Essa é a saída para resgatar famílias em situação de vulnerabilidade, na opinião da assistente social Regina Célia Barbosa Moreno, que atua na gestão de serviços de saúde há vinte anos, no Conjunto Hospitalar do Mandaqui, na Zona Norte de São Paulo.

Continuar lendo “‘Estamos falando de direitos e não de ajuda’”

‘Uma árvore tropical debaixo de um metro de neve’

Com seu ‘Mundo Sonoro’, a jornalista Janaína Ávila traz ao mundo o que sabe fazer de melhor: espalhar amor por meio da música

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Sabe aquela amiga da amiga que fica sua amiga e você não sabe como nem quando se tornaram amigas mas têm a sensação de se conhecerem a vida inteira? Com a jornalista Janaína Liborio de Ávila, 44 anos, é assim. Ela abre um sorrisão quando te vê e te abraça forte, te fazendo sentir a pessoa mais especial do mundo naquele momento.E você sente um quentinho no coração que deixa seu dia mais feliz. “Sou meio passional por dentro”, se auto-define.

Além de distribuir carinho em forma de abraço ou postando fotos do céu de Londrina,  das plantinhas que embelezam seu apartamento na Avenida Paraná ou das peripécias da cachorrinha Odara, Janaína aproxima diferentes pessoas e culturas por meio da música. Ela apresenta toda sexta-feira, às três da tarde, o programa Mundo Sonoro, na Rádio UEL, desde os anos 2000 e este ano foi convidada a participar do Transglobal World Music Chart.

Continuar lendo “‘Uma árvore tropical debaixo de um metro de neve’”

‘Eu quero é sossego’

Mudanças, perdas, aprendizados: a empreendedora Mirta Franz Lucchetta aposta na fé e na justiça para tirar sempre o que de melhor a vida pode oferecer

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

“Pô, Mirta, você tá em todas.” “Vem comigo que você aparece também.” “Ah, mas tem que trabalhar muito.” “Então, fofo….” Filha, irmã, esposa, mãe, tia, farmacêutica, motociclista, presidente do Contur, ministra da Eucaristia, artesã, sobrevivente. Essas são algumas das facetas da pedrinhense Mirta Franz Lucchetta, 55 anos, que hoje administra, ao lado da filha e da sobrinha, a farmácia fundada pelos pais, em 1961, numa colônia italiana no interior de São Paulo. Um balcão bem feminista e feminino.

Continuar lendo “‘Eu quero é sossego’”

Rumo a Gilead

Por Paula Vicente e Rafael Colli, integrantes da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Londrina

Há algumas semanas, o tema do aborto legal tomou conta do país, em decorrência da grande repercussão do caso da menina de 10 anos estuprada e engravidada pelo tio no Espírito Santo, que, após todos os anos de violência e sofrimento que vivenciou, teve seu direito ao aborto legal dificultado, além de sofrer violência psicológica por parte de fundamentalistas que ilegalmente divulgaram seu nome e dados e tentaram impedir a realização do procedimento aos berros de ofensas à criança.

O que observamos no caso repercutido nacionalmente, infelizmente, é regra no Brasil. As mulheres que têm direito ao aborto legal veem esse direito ser dificultado e, por muitas vezes negado.

Continuar lendo “Rumo a Gilead”

Oceano de racismo

Por Paula Vicente e Rafael Colli, integrantes da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Londrina

Nós não imaginávamos que teríamos que discutir outra decisão judicial absurda tão cedo aqui, mas, infelizmente, elas são mais comuns do que se imagina.

Na terça-feira, 11 de agosto, viralizou uma sentença proferida por uma juíza da 1ª Vara Criminal de Curitiba – PR, o trecho que causou indignação e asco dizia o seguinte: “Sobre sua conduta social nada se sabe. Seguramente integrante do grupo criminoso, em razão da sua raça.”

Não é preciso tradução. A frase não foi escrita com termos que na ciência jurídica ganhem sentido diverso do denotativo. Não há contexto ou pretexto. O que a juíza de Curitiba fez é claro como cristal: A conduta social do acusado foi valorada negativamente, no momento da fixação da pena, devido sua cor – já que o conceito racial, no sentido estritamente fenotípico, há muito foi superado.

Continuar lendo “Oceano de racismo”

Fantasiosinha corajosa

De matemática a cozinheira, de jornalista a nutricionista: Valéria Mortara nunca teve medo de se arriscar e é isso que ela ensina em suas oficinas de comida de verdade

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

A Valéria Arruda Mortara, 58 anos, é uma nutricionista paulista que depois de muito experimentar em São Paulo e no Rio de Janeiro, escolheu viver sua vida e forma tranquila aqui em Londrina, onde criou os três filhos e o Colher, seu projeto de vida em forma de cozinha que leva sabor, conhecimento e acolhimento a muitas pessoas. Eu sou uma delas.

Continuar lendo “Fantasiosinha corajosa”

‘O melhor clownch do mundo…na opinião dele’

Palhaço Ritalino usa a arte do riso como forma de ampliar valores humanos e conquista a web com conselhos, músicas e talk shows divertidos

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira. Adoça a vida com quitutes e palavras

Um palhaço muito acelerado que pintado de piadas tenta dialogar com o mundo usando a boca, o corpo e o coração. Adivinhou quem é? É o clownch londrinense Ritalino, o palhaço que depois de estrear nos palcos com “O melhor show do mundo…na minha opinião” e mostrar seus dotes musicais no espetáculo “In concertina”, reinventou-se nas plataformas digitais para levar conselhos e risadas aos seguidores durante a quarentena.

Continuar lendo “‘O melhor clownch do mundo…na opinião dele’”

‘Desobedecer para fazer o melhor’

Empresário aposta no intraempreendedorismo e premia funcionários até por erros que podem levar a inovações e melhorias no processo de produção

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Erros são relíquias. Pelo menos para o engenheiro civil Cláudio Zini, 71 anos, diretor-presidente de uma das maiores fábricas de portas do Brasil, com mais de 80 anos de história em União da Vitória, região sul do Paraná. Há 40 anos no comando da empresa, Zini é reconhecido na cidade e pelos colaboradores por sua política de incentivos: ele costuma pagar por inovações propostas pelos funcionários, ainda que as ideias não resultem em sucesso imediato.

Continuar lendo “‘Desobedecer para fazer o melhor’”

Representatividade com alegria

Graffitis com temática afrobrasileira do artista de rua Carão espalham sorrisos coloridos pelas ruas de Londrina e do mundo

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Contar histórias é um privilégio. E poder conhecer um pouco do que inspira este artista londrinense tão importante para a arte afrobrasileira num momento tão desafiador para o movimento antiracista torna-se quase uma obrigação. A lição que aprendi com o Carão, e que espero que toque os leitores também, é muito simples, mas especialmente verdadeira: “A periferia é um baú de talentos em todas as áreas. Vamos ficar atentos a isso”.

Continuar lendo “Representatividade com alegria”