“O que eu quero é evitar uma tragédia”, diz promotora em apelo contra manifestações

Susana de Lacerda teme que Marcha Antifascista contribua para acelerar contágios por Covid-19 em Londrina

Cecília França

A realização da Marcha Antifascista neste domingo (7) em Londrina é controversa em função da aglomeração, que pode acelerar os contágios pelo novo Coronavírus. A promotora de Saúde, Susana de Lacerda, alerta para o crescimento da curva de contaminação na cidade e o avanço do vírus para as periferias. Desde o início das restrições, Lacerda se posicionou favorável ao isolamento social.

Continuar lendo ““O que eu quero é evitar uma tragédia”, diz promotora em apelo contra manifestações”

Grupos de extrema direita convocam para confronto com Marcha Antifascista em Londrina

Mensagens em redes sociais falam em conter antifas e conclamam integrantes do setor Judiciário e da Segurança a comparecerem armados ao ato no próximo domingo

Atualizada em 06/06 para inclusão da nota da CHD/OAB

Cecília França
Nelson Bortolin

Circulam em grupos de WhatsApp ligados à extrema direita em Londrina chamados para confronto com participantes da Marcha Antifascista, marcada para acontecer no próximo domingo (7). As mensagens às quais a Lume teve acesso ainda incitam integrantes a comparecerem armados – são citados, textualmente, juízes, promotores e policiais como potenciais portadores de armas no evento, a fim de conter os antifas, chamados de “galinha pretas”. Em tom fascista, o texto do que seria uma espécie de “convite”, acrescenta: “Não permitiremos nem pichação, a ordem é se identificar e prender em flagrante os desordeiros”.

Mensagem que circula em grupos fascistas de Londrina

A mensagem ainda alerta para a necessidade de manter o chamado em sigilo para “evitar infiltrados”. No início da tarde de ontem, a página Anonymous Londrina no Facebook também revelou prints de conversas de um grupo de WhatsApp intitulado Anti-baderna Londrina. A postagem mostra uma convocação do contato “Prf Santão Facho” para a gravação de um vídeo com o intuito de intimidar os manifestantes antes da Marcha.

“Vamos convocar os lutadores, jiujiteiros, policiais, empresários, todo mundo!!!!!”, diz a mensagem. Os interlocutores ainda discutem o ponto de encontro para a gravação do vídeo e o grito de guerra que seria usado. “O grito de guerra pode ser: esperamos vocês aqui!!! Brasil!!! Não recuaremos nem um passo!!!”, sugere o “Prf…”.

Continuar lendo “Grupos de extrema direita convocam para confronto com Marcha Antifascista em Londrina”

Cara gente branca

por Paula Vicente e Rafael Colli, integrantes da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Londrina

Em nossa última coluna abordamos a necropolítica do Estado, que mata os corpos indesejáveis e busca uma limpeza étnica e estética. Dissemos, quando Ághata foi assassinada em 2019 pela mesma polícia que assassinou João Pedro no mês passado, que tais mortes são fruto do racismo estrutural que permeia nossa sociedade e, sobretudo, o Estado.

Mas não é apenas o Brasil que sofre cotidianamente com o racismo. No último dia 25, um homem preto foi fria e violentamente assassinado por uma policial branco nos EUA. George Floyd foi sufocado até a morte diante das câmeras. Sua morte causou uma reação não vista desde o assassinato de Martin Luther King Jr., em 1968. Protestos eclodiram pelo país e pelo mundo, em um grito contra a violência policial e contra o racismo.

Continuar lendo “Cara gente branca”

‘Exposed Londrina’ evidencia imensa subnotificação de crimes sexuais

Encorajadas por movimento nas redes sociais, jovens e adolescentes falam pela primeira vez sobre violências sofridas

Cecília França

Na última semana, relatos de violência sexual contra mulheres de Londrina inundaram a rede social Twitter. Usando a #ExposedLondrina, adolescentes e jovens expuseram casos de estupro, assédio, importunação sexual e pornografia de vingança, quase sempre de forma anônima. O movimento, que, no Paraná, começou por Curitiba e já alcançou cidades do interior, evidencia a imensa subnotificação dos casos de crimes sexuais.

Até ontem a hashtag já havia sido usado mais de 20 mil vezes no Twitter. No Instagram, a conta de mesmo nome, mas sem ligação com a original, acumulava quase 10 mil seguidores em apenas quatro dias. Tanto a Delegacia da Mulher de Londrina quanto o Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes) compartilharam postagens em que utilizam a hashtag.

Continuar lendo “‘Exposed Londrina’ evidencia imensa subnotificação de crimes sexuais”

Coronavírus: brasileiros relatam experiências com a pandemia no exterior – Maria Aparecida, Alemanha

Paranaense teve seu trabalho como faxineira totalmente afetado pela pandemia e manda recado aos brasileiros: “Esqueçam beijos e abraços”

Cecília França

A Alemanha foi apontada como um exemplo de sucesso para o mundo na contenção do novo Coronavírus. Em grande parte, a estratégia da chanceler Ângela Merkel funcionou devido ao comprometimento do povo alemão, na visão da brasileira Maria Aparecida de Andrade, 53, que vive em Frankfurt há 17 anos. Apesar de grupos terem realizado manifestações contrárias ao prolongamento das restrições, pouco antes do início da reabertura, 15 dias atrás, Andrade vê esses movimentos como isolados.

Continuar lendo “Coronavírus: brasileiros relatam experiências com a pandemia no exterior – Maria Aparecida, Alemanha”

Covid-19: HU de Londrina integra pesquisa que pode encerrar dúvidas sobre a eficácia (ou não) da hidroxicloroquina

Hospital participa de estudo liderado por grandes instituições de saúde do País; resultados prometem encerrar debate sobre o uso da medicação

Cecília França

O Hospital Universitário (HU) de Londrina integra uma pesquisa nacional que pode encerrar as dúvidas sobre a eficácia ou não da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. O estudo é uma iniciativa do grupo Coalizão Covid Brasil, que recrutou cerca de 60 instituições hospitalares pelo País em tempo recorde. No HU, os processos de adesão e tratamento levaram apenas dois meses e os dez pacientes participantes já receberam alta.

Continuar lendo “Covid-19: HU de Londrina integra pesquisa que pode encerrar dúvidas sobre a eficácia (ou não) da hidroxicloroquina”

Coronavírus: brasileiros relatam experiências com a pandemia no exterior – Yona Ribeiro, Arábia Saudita

Brasileira relata rotina de distanciamento social na universidade Kaust, uma pequena comunidade de 7 mil pessoas à beira do Mar Vermelho

Cecília França

O Ramadã, mês sagrado para os muçulmanos, terminou no último domingo de uma forma diferente na Arábia Saudita. Para evitar aglomerações e conter a proliferação do novo Coronavírus a monarquia saudita determinou lockdown de 24 horas no feriado, conhecido como Eid al-Fitr. A brasileira Yona Ribeiro, 36, acompanha tudo de Thuwal, cidade próxima a Jeddah, onde vive há pouco mais de um ano com o marido e a filha de quatro anos.

Continuar lendo “Coronavírus: brasileiros relatam experiências com a pandemia no exterior – Yona Ribeiro, Arábia Saudita”

Amor, morte e Psyque. Erotismo, sexo e razão. “Esta noite realizarei não o seu, mas o meu desejo”

por Melissa Campus, atriz e produtora cultural londrinense, atualmente morando em Milão (Itália)

Primeiramente quero agradecer esta oportunidade e a cada leitor deste Diário Trans. Tenho pensado em como poderei me expressar genuinamente e realizar este trabalho, criar uma identidade própria, surpreender as expectativas.

Continuar lendo “Amor, morte e Psyque. Erotismo, sexo e razão. “Esta noite realizarei não o seu, mas o meu desejo””

Para UEL, definição de áreas prioritárias para bolsas científicas fere a autonomia universitária

Universidade divulga manifesto contrário aos critérios estabelecidos em chamadas do CNPq baseadas em prioridades estabelecidas pelo Ministério da Ciência e Tecnologia q

Cecília França

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) divulgou ontem manifesto contrário à definição de “Áreas Prioritárias” para a concessão de bolsas científicas no País. Estas áreas foram estabelecidas em portarias do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) no mês de março e já causaram reações de dezenas de entidades científicas (leia abaixo). As portarias embasaram as duas chamadas públicas divulgadas na última semana pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), que, para a UEL, ferem a autonomia universitária.

Continuar lendo “Para UEL, definição de áreas prioritárias para bolsas científicas fere a autonomia universitária”

FENAJ e outras 400 entidades protocolam pedido de impeachment de Bolsonaro

Pedido foi protocolado na manhã de hoje na Câmara dos Deputados; sete partidos de oposição se uniram a representações da sociedade civil organizada e apontam crimes de responsabilidade do presidente

Da Redação

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), em aliança com sete partidos de oposição e cerca de outras 400 entidades sindicais, sociais e populares, protocolaram, na manhã desta quinta-feira (21), pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

Continuar lendo “FENAJ e outras 400 entidades protocolam pedido de impeachment de Bolsonaro”