Londrina vive recorde de internados por covid

São 276 cidadãos em hospitais com a doença, sendo 157 em leitos de terapia intensiva

Nelson Bortolin

Londrina bateu nesta quarta-feira (2) novo recorde de internações por covid-19 desde o início da pandemia. Estão nos hospitais 289 londrinenses vítimas da doença, 13 a mais que no recorde anterior do dia 30 de abril, quando eram 276 internados.

Considerando apenas os londrinenses em unidades de terapia intensiva (UTIs), também foi atingido novo recorde histórico. São 157 pessoas nesses locais, 15 a mais que no dia 26 de abril, data do recorde anterior.

O boletim epidemiológico da Prefeitura mostra que há ocupação de 94% nas unidades de terapia intensiva para adulto (públicas e privadas) independentemente da enfermidade. Das 339 vagas, 318 estão ocupadas.

A ocupação sobe para 99% quando consideradas apenas as UTIs para adulto do SUS. Dos 146 leitos, 145 estão com pacientes.

As enfermarias para adultos com covid no SUS têm 93% de ocupação, segundo o Município. São 182 internados para 196 leitos.

O boletim não divulga números específicos do sistema privado.

Apesar de nenhum indicador chegar a 100% no informe da Secretaria de Saúde, a Rede Lume apurou que não há vaga alguma em UTI na cidade. Tanto pacientes do SUS como de convênios ou particulares estão enfrentando filas de espera por leito.

Representantes da família de um homem na faixa de 50 anos intubado em UTI contam que ele, que tem plano de saúde, esperou quatro dias pelo leito.

A boa notícia é que a vacinação tem surtido efeito na cidade. Clique aqui para ler mais.

No final da tarde dessa quarta-feira, cinco vereadoras da cidade foram até o gabinete do prefeito Marcelo Belinati (PP) discutir a situação da pandemia em Londrina. Lenir de Assis, do PT, defendeu a implementação de medidas mais restritivas. “Não estou falando de parar toda a atividade em Londrina, mas tenho certeza que podemos implementar medidas restritivas à metade das atividades pelo menos. É preciso para que a gente possa conter esse vírus que está sendo transmitido de forma tão acelerada.” Ela também defende um planejamento para que seja reduzido a quantidade de pessoas no transporte coletivo.

De acordo com Lenir de Assis, o prefeito não mostrou estar disposto a restringir as atividades econômicas nesse momento.

No início da noite, a Prefeitura divulgou um decreto proibindo festas e reuniões familiares com mais de 10 pessoas durante o feriadão, de quinta-feira a domingo. O descumprimento pode render multa de R$ 10 mil.

A assessoria de comunicação divulgou um vídeo em que Belinati justifica o decreto: “Estamos vivendo o pior momento da pandemia em Londrina, no Paraná e no Brasil.”

MP pede medidas coordenadas à Secretaria Estadual da Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s