Vocês aguentariam?

Por Antonio Rodríguez*

Os preto é foda!
E vocês amam os pretos
Amam nossa cultura
E nem escondem isso
Tá em todo canto
Tudo que vocês roubaram.

É o sonho de vocês
Ter essa cor que fascina
A beleza da melanina
A pele que o sol ilumina
A grandiosidade da Terra divina.

Querem nossa música
Cantar como Aretha Franklin
Rimar como o Kendrick
Encantar como Ivone Lara
Ou denunciar como Emicida.

Querem nosso estilo
Inovamos como Allen Iverson
E vocês colocaram nas capas brancas
Criamos inspirados em nossa terra
E vocês nos roubaram
Nossa terra e condenaram nosso estilo
E quando lhes convêm
Colocam brancos sujando nossas modas.

Nos viram estampando sorrisos
Roubaram nossos dentes
Condenaram nossos narizes largos
Ceifaram nossas bocas grandes
Arrancaram nossas línguas para que não falássemos
Podaram nossos braços para que não lutássemos.

Queimaram nossos cabelos
Fizeram tantas piadas
E criaram tantos impérios brancos
Que quase nos fizeram esquecer
Do orgulho de ser preto.

E quando nós chegamos ao topo
Mostramos nossa voz
Nosso poder
Nossa garra de chegar aonde ninguém foi
E enxergar onde nem Galileu e Leeuwenhoek viram.
Vocês nos olharam com desprezo
E quiseram ser como nós.

Mas vocês aguentariam?

Ver tantos morrerem na praia
E não é uma expressão
Atravessamos um mar criado com nossas lágrimas
E morrermos antes de ver o sol nascer de novo.

Vocês aguentariam?

Nascer com as costas pesadas
Marcadas a ferro e chibatas
E carregar o peso daqueles que não puderam viver
Nascer com as correntes no pé
E não ter ninguém para te ensinar a quebrá-las.

Vocês aguentariam?

Saber que ter todo o talento do mundo
Não importa nada
Sua vaga vai para alguém branco
Com 5% da sua capacidade
E eles esfregarão na sua cara
O sistema meritocrático
Onde só brancos residem no topo.

Vocês aguentariam?

Questionar sua capacidade a cada passo
Não saber se é bom o bastante
Mesmo tendo provas de ser o melhor
Questionar sua cor a todo tempo
Existir na linha tênue entre ter orgulho de si mesmo
E ser tão diferente de si que já não seria você

Vocês aguentariam?

Saber que todas as ciências
São fruto de seu estudo
Mas não ter estudado uma pessoa da sua cor?
Ter tantas referências disponíveis
E mesmo assim nenhuma ser para você?

Vocês, Brancos, aguentariam?
Porque eu garanto que não.

Querer ser como nós não é um elogio, é uma ofensa a tudo que nó já tivemos que superar para chegar ali e vocês se dignarem a olhar para mim, e ver uma casca forte, resistente e orgulhosa do que conquistamos e querer possuí-la, extrair o mínimo de humanidade que nos autorizaram a ter.
Acredite, você não quer ser como nós!

*Antonio Rodríguez, 18, estudante e poeta nas horas vagas (e algumas ocupadas também). Apaixonado pela vida, faz o máximo para transformar tudo em poesia. Mantém o Instagram @a.poetizando.me

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s