Mobilização nacional contra taxação do livro

Viradão da Leitura propõe 24 horas de leitura nas redes sociais

23 de abril é um dia muito importante para a área do livro e da leitura, pois é quando comemoramos o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor. Por isso, a data foi escolhida pelo “povo do livro” para uma mobilização de 24 horas de leitura nas redes sociais.

O objetivo é mostrar que nós, brasileiros de diferentes regiões e classes sociais, lemos e precisamos de mais investimentos do poder público para a área. Trata-se de uma mobilização nacional, um posicionamento da sociedade civil contra a proposta de reforma tributária do ministro Paulo Guedes, que prevê uma alíquota de 12% sobre os livros.

Na justificativa, o governo diz que o livro é um produto de elite, e que essas pessoas podem pagar mais caro. No entanto, como mostra a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, a classe C, além de leitora, é também consumidora de livros. Para se ter uma ideia, 27 milhões de brasileiros enquadrados nesse estrato social se declaram leitores.

A ideia do Viradão da Leitura surgiu em uma conversa entre a escritora e idealizadora do Projeto Kombina, Christina Dias, e o escritor e idealizador do Instituto de Leitura Quindim, Volnei Canônica. Já a identidade visual da mobilização e a frase “TODOS os brasileiros querem ler” foram criadas pela premiada ilustradora Mariana Massarani.

Clique aqui para ver o passso a passo de como participar do Viradão da Leitura:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s