Professores avaliam desafios do ensino remoto

Ao mesmo tempo que enxergam perdas para os alunos com a falta do convívio social, medo da covid assusta docentes de diferentes partes do país

Mariana Guerin

Se por um lado os pais não aguentam mais administrar as demandas do trabalho, da casa, dos filhos e do ensino remoto por conta da pandemia do novo coronavírus, os professores também têm suas próprias demandas e medos para contornar neste período de isolamento necessário. Mas os profissionais ouvidos pela Lume são categóricos: se houver estrutura, apesar da insegurança, estão dispostos a voltar para as salas de aula.

Continuar lendo “Professores avaliam desafios do ensino remoto”

Projeto da UEL leva ciência e informação à comunidade durante a pandemia

Criado em 31 de março de 2020, Projeto Safety abrange vários temas e pesquisas tendo como pano de fundo o enfrentamento ao novo coronavírus

Vinícius Fonseca
(matéria publicada originalmente no site do Sindijor Norte PR)

Um cenário de incertezas sobre como agir ante um inimigo invisível, letal e ainda desconhecido. A combinação desses fatores, somada à suspensão da aulas em razão da pandemia, levou um grupo de professores e alunos da Universidade Estadual de Londrina (UEL) a criar o Projeto Safety, há exatamente um ano. Inicialmente, o projeto era formado por 12 pessoas, entre graduandos e pós-graduandos e duas professoras de cursos ligados à área de saúde.

“Assim como hoje, havia muita dúvida do que fazer e como fazer (com relação ao enfrentamento ao novo coronavírus), A Organização Mundial da Saúde (OMS), o Governo do Estado e de Londrina, publicavam coisas, às vezes documentos que não conversavam entre si”, lembra Marselle Nobre de Carvalho, coordenadora do Safety. “O projeto começou tratando especificamente da síntese das melhores evidências científicas até então, sobre recomendações para a comunidade geral e para os profissionais de saúde”, completa.

Continuar lendo “Projeto da UEL leva ciência e informação à comunidade durante a pandemia”

Londrina tem recorde de 985 casos ativos de covid-19

Destes, 234 estão internados, sendo 102 em UTIs

Da Redação

Pelo segundo dia seguido Londrina bate recorde de casos ativos de covid-19. Ontem eram 865; hoje são 985. Destes, 751 encontram-se em isolamento domiciliar e 234, internados, sendo 102 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 132 em enfermarias. O município também registra hoje 12 novos óbitos, totalizando 968 desde o início da pandemia.

O boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde mostra que há casos ativos em todos os bairros. A média móvel de novos casos (o número de novos casos registrados em uma semana dividido por sete) é de 278,9. A maior parte dos casos continua sendo confirmada entre as mulheres (54%) e em pessoas com idade entre 20 e 59 anos (75,9%).

Continuar lendo “Londrina tem recorde de 985 casos ativos de covid-19”

Ação Antifascista de Londrina manifesta repúdio ao golpe de 1964

Com ação no Anfiteatro do Zerão, grupo busca chamar a atenção para ataques do atual governo à democracria

Da Redação

A Ação Antifascista (Afa) de Londrina realizou ontem um ato no Anfiteatro do Zerão em repúdio ao golpe de 1964 que instaurou a ditadura militar no Brasil. Na ação o grupo também reforçou preocupação com os rumos do país sob o governo de Jair Bolsonaro. Para eles, os limites democráticos já foram ultrapassados. O golpe completa 57 anos amanhã (31) e o governo Bolsonaro ganhou na justiça o direito de comemorar a data.

Continuar lendo “Ação Antifascista de Londrina manifesta repúdio ao golpe de 1964”

O desenho do colapso

Gestores da saúde convocam a população a ouvir a verdade sobre a crise do sistema e contribuir efetivamente na contenção da covid-19

Cecília França

Autoridades de saúde convocaram a imprensa de Londrina na manhã desta sexta-feira para “desenhar” a gravidade do momento epidemiológico que vive a cidade e região. Em coletiva promovida pelo Ministério Público, integrantes do chamado comitê de crise cobraram responsabilidade da população para a contenção do vírus. Cada fala dos gestores de hospitais deixa óbvio que estamos próximos do caos, e a diretora do Hospital Universitário (HU), Vivian Feijó, decreta: “Não podemos mais brincar com o risco do colapso, porque ele já está existente em algumas horas”.

Continuar lendo “O desenho do colapso”

Renda mínima das famílias deveria ser de R$ 5.335

Em live realizada pela Rede Lume, economista do Dieese-PR analisa os problemas da economia brasileira e seus efeitos sobre os mais pobres

Foto: Carlos Aranda – unsplash

Nelson Bortolin

A pandemia do novo coronavírus apenas intensificou a piora da economia brasileira, que já vinha se deteriorando. Inflação e desemprego em alta tornam a vida dos trabalhadores ainda mais difícil. Para discutir o assunto, a Rede Lume realizou uma live nesta quarta-feira (24) com o economista e supervisor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) do Paraná, Sandro Silva.

Veja alguns trechos da live.

Continuar lendo “Renda mínima das famílias deveria ser de R$ 5.335”

Os sons do silêncio, um amigo que nunca trai

Por Carlos Monteiro*

Antes da proliferação do ‘home office’, que, ao que tudo indica, veio para ficar, os sons nossos de cada dia se limitavam ao liquidificador-triturador, poderoso, da vizinha do terceiro andar. Moça faceira, extremamente simpática e gentil, daquelas que vai para academia diariamente, anda de ‘bike’ e é chegada a uma comida natureba, leia-se vegetariana saudável. Pontualmente às 6h, como um marcador de tempo compassado de amor, lá vinha o som. Com certo ritmo, tinha até uma melodia. Era, como me confessou um dia, o seu “detox matinal”, tomado em jejum. Uma ‘mistureba’ de ingredientes, alguns impronunciáveis, cuja receita fez questão de me ofertar, indicando uma vida mais saudável.

Continuar lendo “Os sons do silêncio, um amigo que nunca trai”

Saiba quantos já se vacinaram em Londrina e quem pode se cadastrar agora

Até agora, 44,2 mil londrinenses receberam a primeira dose da vacina, cerca de 26% do público prioritário

Da Redação

Em pouco mais de dois meses, Londrina imunizou 44.218 pessoas com a primeira dose da vacina contra a covid-19. Foram idosos abrigados em asilos, profissionais de saúde da linha de frente e idosos com mais de 76 anos. Nesta semana teve início a vacinação dos maiores de 70 anos. O agendamento para este grupo permanece aberto até 4 de abril.

Continuar lendo “Saiba quantos já se vacinaram em Londrina e quem pode se cadastrar agora”

Ensino remoto: famílias diferentes, impactos diversos

Ensino à distância exige malabarismos de pais e mães que trabalham em homeoffice e angustia os que precisam sair diariamente de casa

Mariana Guerin

Na casa da psicóloga Ana Lilian Marchesoni Parrelli, 54, a adaptação ao ensino remoto não aconteceu naturalmente para suas duas filhas, Catarina, 17, e Veridiana, 14. A filha mais velha não conseguiu acompanhar as aulas on-line e abandonou a escola no ano passado, retornando apenas este ano.

“Ano passado, a Catarina resolveu não fazer o ensino remoto. Assistiu aula uma semana e falou que não iria se adaptar. Ela disse: ‘Mãe, eu não vou fingir, fazer de conta que estou fazendo’. Eu achei legal, achei que era assim que tinha que ser, conversei com o pai dela, ele topou também, então ela não fez. Esse ano ela retomou”, conta a psicóloga.

Continuar lendo “Ensino remoto: famílias diferentes, impactos diversos”