Paraná monitora 25 casos suspeitos de reinfecção pelo novo Coronavírus

Estado aguarda protocolo do Ministério da Saúde enquanto negocia parceria para sequenciamento genético viral de confirmação

Cecília França

*Atualizada em 27/10 às 16h para inclusão de nota do Ministério da Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa) está acompanhando 25 casos suspeitos de reinfecção pelo novo Coronavírus. O Estado aguarda a definição de um protocolo por parte do Ministério da Saúde que padronize a identificação desses casos. Enquanto isso, negocia parceria entre o Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP)/Fiocruz, para a realização do sequenciamento genético do vírus, necessário para confirmar uma possível reinfeccção.

Até o momento existem apenas cinco casos de reinfecção documentados em todo o mundo, em Hong Kong, na Bélgica, na Holanda, no Equador e nos Estados Unidos. O sequenciamento genético nesses casos mostrou duas infecções por variantes do vírus da Covid-19, o Sars-Cov-2. Os pacientes equatoriano e norte-americano tiveram sintomas mais graves na segunda infecção. No Brasil, o caso de uma técnica de enfermagem de Ribeirão Preto está sendo acompanhado por especialistas como provável reinfecção.

De acordo com a Sesa, deve partir do Ministério da Saúde a definição do que seria um caso reinfecção, a partir de alguns quesitos, como: qual intervalo deve ser considerado entre os exames; método do exame; presença ou não de sintomas. “Também ainda não está disponível e validado o sequenciamento genético do vírus, que comprova realmente que o indivíduo esteja com um vírus diferente do que contraiu da primeira vez ou é o mesmo vírus que permaneceu na pessoa”, continua a Sesa, por meio da assessoria.

No início de setembro, sete casos suspeitos de reinfecção foram identificados em Foz do Iguaçu; há cinco dias, a Secretaria de Saúde de Curitiba informou que monitora outras suspeitas, sem falar em números. A Sesa não informou se há pacientes suspeitos em outros municípios.

Em nota, o Ministério da Saúde afirma que tem prestado apoio às equipes de vigilância das secretarias estaduais e municipais de saúde envolvidas na investigação de supostos casos de reinfecção por Covid-19 e reforça que, até o momento, não há casos confirmados no Brasil.

“Os supostos casos de reinfecção estão sendo acompanhados pelo Ministério da Saúde – que conta com o apoio de especialistas dos Laboratórios de Referência Nacional (Fiocruz, Instituto Adolfo Lutz e Instituto Evandro Chagas) na elucidação desses casos.”

Cuidados

O médico Rafael Mialski, integrante da Associação Paranaense de Infectologia (API) diz que a entidade acompanha as suspeitas. “O que está claro é que se trata de uma minoria dos casos, mas não temos certeza de quem serão os reinfectados”, alerta, reforçando a necessidade de manutenção dos cuidados para prevenir a Covid-19 mesmo para quem já foi infectado.

“É uma doença nova e não temos tantas certezas quanto ao seu comportamento quanto à infecção”, reforça.

Números

Até ontem, o estado do Paraná contabilizava 203.050 casos de Covid-19 e 5.035 óbitos. Em todo o país são 5.300.896 casos e 155.460 mortes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s