Deputadas feministas buscam anular portaria do governo que muda regras para aborto legal

PDL 381/2020 ganha apoio de coletivos e frentes feministas de todo o país

Atualizado em 13/09 às 14h30

Cecília França

A temática do aborto legal voltou à cena no país após o caso da menina de 10 anos grávida em decorrência de um estupro, no Espírito Santo. Mesmo tendo direito à interrupção da gravidez, ela precisou viajar mais de 2 mil quilômetros para realizar o procedimento e ainda se deparou com a fúria de grupos religiosos antiaborto que vociferavam à porta do hospital. Cerca de dez dias depois do fato, o Ministério da Saúde publicou portaria com mudanças nas regras para acesso ao aborto legal em casos de estupro. A nova regra determina que médicos denunciem a violência à polícia antes do procedimento e prevê a oferta de exame de ultrassom para que a vítima visualize o feto.

Continuar lendo “Deputadas feministas buscam anular portaria do governo que muda regras para aborto legal”

‘Mulher é desdobrável. Eu sou’

Ana Paula Minari instiga mulheres de todas as idades a redescobrirem seus corpos e elevarem sua autoestima em aulas de dança flamenca

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Dançar é uma maneira de exercer uma liberdade individual até então desconhecida. É se deixar levar pela melodia e mexer o corpo sem pensar muito. É simplesmente viver o momento como se fosse único. Aprender a dançar pode ser difícil quando pensamos mais em nossas limitações do que em nossas capacidades. Já ensinar a dançar requer um amor maior pela dança em si e pelo outro que nem todo mundo é capaz de compreender ou colocar em prática. A bailaora e professora de dança flamenca em Londrina Ana Paula Minari o faz com maestria.

“Tem duas frases que gosto muito e que mudaram meu jeito de pensar a vida. Uma é um trecho de uma canção da cantora espanhola Maria Toledo que diz ‘La vida és un regalo de Dios’ e outra é da escritora Adélia Prado, no poema Com Licença Poética, ‘Mulher é desdobrável. Eu sou’. Acho que essas frases me definem hoje em dia.”

Continuar lendo “‘Mulher é desdobrável. Eu sou’”

Proposta de taxar livros preocupa editoras independentes

Tributação de 12% sugerida pelo governo Bolsonaro poderia inviabilizar pequenas operações, que já enfrentam ano difícil

Fábio Galão, especial para a Lume

A primeira parte da proposta de reforma tributária, apresentada ao Congresso Nacional pelo governo Jair Bolsonaro em julho, tem gerado indignação e manifestações no mercado brasileiro de livros. Segundo a medida, dois tributos federais, PIS e Cofins, seriam substituídos por um novo, Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS), que teria alíquota de 12% a ser aplicada inclusive sobre produtos hoje isentos de PIS/Cofins, como livros.

Continuar lendo “Proposta de taxar livros preocupa editoras independentes”

Sindicatos realizam protesto em memória das vítimas de Covid-19 em Londrina

Grupo também cobrou responsabilidades do Poder Público no combate à pandemia

Cecília França

O gramado da Praça dos Três Poderes, em frente à Prefeitura de Londrina, ficou cravejado com 158 cruzes por cerca de uma hora e meia na tarde desta quarta-feira (26) para lembrar as vítimas fatais da Covid-19 na cidade. O protesto foi promovido pelo Coletivo de Sindicatos de Londrina, que reúne 30 entidades de classe. Além de prestar solidariedade às famílias, o grupo também cobrou responsabilidades do poder público no combate à pandemia.

Continuar lendo “Sindicatos realizam protesto em memória das vítimas de Covid-19 em Londrina”

Mesmo sem protocolo, Londrina precisa renovar estoque de ivermectina

Antiparasitário vem sendo largamente prescrito na rede municipal para pacientes com sintomas de Covid-19; Prefeitura adquiriu mais de 550 mil comprimidos em agosto

Cecília França

A Prefeitura de Londrina precisou renovar os estoques de ivermectina este mês em função do aumento no número de prescrições do medicamento para pacientes com sintomas de Covid-19. A Secretaria de Gestão Pública chegou a cogitar uma dispensa de licitação, porém os trâmites para o pregão eletrônico de registro de preços acabaram correndo de maneira célere. O edital previa valor máximo de R$ 985 mil para a licitação, mas a empresa Conquista Distribuidora de Medicamentos, de Camboriú (SC), foi habilitada com a oferta de 551.610 comprimidos ao custo unitário de R$ 1,06, totalizando R$ 584.706,60. A aquisição já foi realizada.

Continuar lendo “Mesmo sem protocolo, Londrina precisa renovar estoque de ivermectina”

Frio faz uma vítima fatal na região; Londrina intensifica ‘Operação Noite Fria’

Homem em situação de rua foi encontrado morto em Arapongas; Londrina também teve noite mais fria do ano

Da redação

A queda brusca de temperatura em toda a região Sul já fez vítimas entre pessoas que vivem nas ruas. Um homem, ainda não identificado, foi encontrado sem vida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na Avenida Gaturamo, em Arapongas (região metropolitana de Londrina), na manhã deste sábado (22). As informações são do site TNOnline.

Continuar lendo “Frio faz uma vítima fatal na região; Londrina intensifica ‘Operação Noite Fria’”

‘Sou uma sobrevivente’

Chris Lemes sofreu as violências de ser travesti na época da disseminação da Aids mas nunca desistiu de lutar para ser respeitada por ser quem é

Por Mariana Guerin, jornalista e confeiteira em Londrina. Adoça a vida com quitutes e palavras

Faço versos pro palhaço que na vida já foi tudo. Foi poeta, foi soldado, carpinteiro, seresteiro e vagabundo.” Os versos da canção “O Circo”, de Nara Leão, chegaram aos ouvidos de Christiane Lemes na voz de Elis Regina, a Pimentinha, apelido que tomou para si ao longo da vida atribulada como ativista contra a transfobia em Londrina.

Continuar lendo “‘Sou uma sobrevivente’”

Precisamos falar sobre solidariedade

Por Naiara Cardoso Gomide da Costa Alamy*

Em meio ao sentimento de derrota que tem se manifestado de forma corriqueira e ordinária na vida brasileira, desde as primeiras semanas de março deste ano, quando foi necessária a instituição da denominada quarentena, assistimos de forma apática ao aumento da violência em âmbito doméstico.

Continuar lendo “Precisamos falar sobre solidariedade”

Em Dia Nacional de Luta, população de rua requer acesso a direitos básicos

“A pessoa não nasceu na rua, ela veio de uma família e tem o direito sim de exercer suas funções como cidadão”, diz um dos coordenadores do MNPR em Londrina

Cecília França, com colaboração de Nelson Bortolin

Foto em destaque: Sara Gladys Toninato

Era para acontecer um ato ali mesmo, na rua, mas o tempo chuvoso impediu que a população de rua de Londrina se reunisse fisicamente em seu Dia Nacional de Luta. O ato ainda vai acontecer, assim que o Sol voltar a brilhar, e as reivindicações do movimento estão bem claras. As pessoas em situação de rua ainda lutam por acessos básicos, como a água, banheiros, alimentação regular, políticas de moradia.

Continuar lendo “Em Dia Nacional de Luta, população de rua requer acesso a direitos básicos”

Opinião: Ela não deveria estar grávida

Foco no aborto legal da menina de 10 anos, grávida após estupro, turva o debate necessário: como proteger nossas crianças da violência sexual

Por Cecília França, editora da Rede Lume de Jornalistas

O caso da menina capixaba de 10 anos grávida em decorrência de um estupro chocou o Brasil. A criança vinha sendo violentada desde os seis anos por um tio e foi preciso a consequência dramática da gestação para interromper a violência. Uma minoria fanática tenta mudar o foco do estupro criminalizando a própria vítima pela interrupção de uma gravidez que poderia matá-la, quando o caso deveria, na realidade, nos suscitar o debate sobre como proteger nossas crianças da violência sexual.

Continuar lendo “Opinião: Ela não deveria estar grávida”