Sem visitas, situação de detentos aflige familiares

Grupo realiza protestos em Londrina e Cambé por mudanças na entrega das sacolas, mais acesso a informações sobre os presos e pautas atemporais, como superlotação e opressão nas cadeias

Cecília França

Familiares de detentos de Londrina e Cambé realizam protestos desde a última semana em frente às unidades prisionais. Com faixas, eles pedem, de imediato, mudanças no sistema de envio da sacola quinzenal aos detentos, liberação de presos de alto risco à Covid-19 e mais acesso a informações sobre o estado de saúde dos detidos. As participantes – sobretudo mulheres (mães, irmãs, esposas) – também levantam pautas atemporais, como fim da superlotação e da opressão nas cadeias.

Continuar lendo “Sem visitas, situação de detentos aflige familiares”

O reconhecimento de minha Cidadania Italiana

por Melissa Campus, atriz e produtora cultural londrinense, atualmente morando em Milão, Itália

Jamais deixei de acreditar na minha origem e aprendi que “Quando não encontramos as oportunidades, podemos criá- las”.

Continuar lendo “O reconhecimento de minha Cidadania Italiana”

“Meu maior receio são os surtos intra-hospitalares”, diz médica de Londrina sobre Covid-19

Cintia Grion, intensivista no Hospital Universitário de Londrina, vê a cidade com estrutura suficiente para atender afetados pela pandemia, mas teme que aumento de casos entre profissionais de saúde limite atendimento

Cecília França

A pandemia do novo Coronavírus alterou a rotina da médica intensivista Cintia Grion, 55, de Londrina. Já aposentada como plantonista e dedicando-se quase exclusivamente à vida acadêmica, ela quadruplicou sua carga horária na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender ao aumento de demanda do Hospital Universitário (HU).

“O HU necessitou ampliar rapidamente o seu número de médicos plantonistas, e como tenho a formação específica e estava com tempo disponível, me voluntariei para aumentar minha carga horária dentro das UTIs na forma de plantão docente”, relata.

Continuar lendo ““Meu maior receio são os surtos intra-hospitalares”, diz médica de Londrina sobre Covid-19”

A solidariedade que vem da Reforma Agrária Popular

por Adriana Medeiros Farias, Manoel Dourado Bastos e Rozinaldo Antonio Miani*

Fotos: Wellington Lennon e Igor de Nadai

Em tempos de barbárie provocada pela extrema e perversa exploração capitalista – agravada pela emergência de uma pandemia causada pelo novo coronavírus -, a mercantilização dos bens da natureza atingiu patamares inimagináveis e insuportáveis. O capital financeiro internacional avança e segue transformando tudo em mercadoria: a terra, a água, o ar, a vida. A destruição das florestas, a concentração e a estrangeirização da terra, a liberação dos agrotóxicos, a exploração dos trabalhadores e trabalhadoras do campo têm atingido níveis ofensivos com impactos destrutivos para a humanidade. Nesse contexto, o agronegócio, expressão máxima das políticas do latifúndio, emerge como a principal referência de atendimento aos interesses das burguesias nacional e internacional e procura se impor como o modelo de economia rural para o país.

Continuar lendo “A solidariedade que vem da Reforma Agrária Popular”

Três meses após primeiro caso, Coronavírus avança em toda Londrina

Todos os bairros da cidade registram casos de Covid-19; confirmados chegam a quase 900 e mortes a 51

Prefeitura anuncia multas por desrespeito a normas de distanciamento, mas descarta fechamento do comércio 

Cecília França

Foto em destaque: Isaac Fontana

Em uma mensagem de voz, Maria me diz “Você viu que a coisa ficou feia aqui no Cincão?”. Acostumada com seus relatos de violência no bairro onde vive, na Zona Norte de Londrina, perguntei se tratava-se disso. “Não, é o ‘bichinho’ mesmo. Pegou feio por aqui”. O bichinho é o novo Coronavírus. A sensação relatada pela diarista Maria Loreci Sezinandi encontra justificação nos dados. A Covid-19 já chegou a todos os bairros de Londrina e os infectados passam a ser pessoas conhecidas, não mais apenas números.

“Tem uma senhora de idade que morreu essa semana aqui; uma mulher aqui debaixo também tinha pegado esses tempos, mas sarou”, conta ela. A disseminação do novo Coronavírus teve início nas áreas Central e Sul de Londrina. Assim como aconteceu no País, pessoas de classes mais altas foram as primeiras a contrair o vírus em viagens locais ou internacionais. Passados três meses do primeiro caso registrado na cidade, em 17 de março, o vírus já alcança todas as regiões e chega às periferias.

Continuar lendo “Três meses após primeiro caso, Coronavírus avança em toda Londrina”

O incêndio do cansaço

Por Paula Vicente e Rafael Colli, integrantes da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Londrina

Desde que recebemos, com muita honra e orgulho, este espaço na Lume para falarmos sobre Direitos Humanos, já escrevemos quatro colunas específicas sobre violência policial, sendo que delas, três disseram sobre mortes que, de certa forma, comoveram a sociedade. Ághata, Evaldo, João Pedro, George Floyd, todas pessoas pretas, pobres e marginalizadas que foram vítimas de um Estado assassino, racista e elitista.

Continuar lendo “O incêndio do cansaço”

Morte de Gabriel Sartori completa três anos e mãe pede resposta da Justiça

Com protesto silencioso, Cristiane Sartori quer evitar que o caso do filho, morto por um policial em 2017, caia no esquecimento

Cecília França

Cristiane Sartori estava no trabalho, por volta das 17h, no dia 15 de junho de 2017, quando recebeu a ligação: “O Gabriel levou um tiro e está agonizando”. Era a cuidadora de sua mãe, desesperada, do outro lado da linha, quem lhe dava a notícia. Cristiane voltou correndo para casa e quando chegou ao local da tragédia viu o filho caído no chão e um tumulto de moradores e policiais.

Continuar lendo “Morte de Gabriel Sartori completa três anos e mãe pede resposta da Justiça”

A Marcha Antifascista pelas lentes de um humanista

Professor Ivo Ayres registra, em palavras e imagens, a manifestação pacífica contra o fascismo ocorrida ontem em Londrina

Aconteceu ontem a Marcha Antifascista em Londrina, assim como em várias outras cidades do País. Os organizadores estimam que entre 250 e 300 manifestantes participaram do ato, a maior parte usando máscaras, para reforçar a segurança contra a Covid-19, e mantendo, sempre que possível, uma distância segura. O professor Ivo Ayres, que já fotografou várias manifestações populares, esteve no Calçadão e compartilha com a Lume seus registros em texto e fotos.

Continuar lendo “A Marcha Antifascista pelas lentes de um humanista”

Cultura. História, Arte erótica. “O equilíbrio através da vingança”

por Melissa Campus, atriz e produtora cultural londrinense, atualmente morando em Milão, Itália

O sexo e o erotismo sempre foram cultuados nas antigas civilizações. O uso do corpo para a purificação da mente sempre fora adorado pelos grandes Reis terrenos em seus grandes templos Divinos. Belas sacerdotisas, com seus conhecimentos e sua importância em cultos religiosos, desempenhavam a tal purificação e conexão com tais divindades.

Continuar lendo “Cultura. História, Arte erótica. “O equilíbrio através da vingança””

Coordenador do ‘Policiais Antifascismo’ no Paraná é alvo da PM

Aposentado aos 29 anos, Martel Alexandre del Colle defende publicamente uma nova forma de agir por parte das forças de segurança

Nelson Bortolin

O jovem curitibano Martel Alexandre del Colle, 29 anos, coordena no Paraná o movimento “Policiais contra o fascismo”. Ele foi aposentado pela Polícia Militar no ano passado, corre o risco de perder o benefício e ainda ser preso, pois é alvo de dois processos abertos pela corporação, um administrativo e um penal. Seu crime: fazer críticas públicas à instituição.

Continuar lendo “Coordenador do ‘Policiais Antifascismo’ no Paraná é alvo da PM”